heart
Artigos

Como funciona um carro elétrico: tire 9 dúvidas sobre o tema!

Por Redação em 06/10/2022 às 00:00
Atualizado em 01/02/2024 às 17:47
Como funciona um carro elétrico: tire 9 dúvidas sobre o tema!

Os carros elétricos vêm conquistando cada vez mais espaço no mercado, e essa tendência deve continuar, graças às suas vantagens ambientais e de usabilidade. Segundo dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), no ano de 2021, a venda de automóveis eletrificados cresceu 77% no país.

Apesar do aumento de popularidade, muita gente ainda não sabe como funciona um carro elétrico e quais são as diferenças entre esses modelos e os veículos tradicionais. Por isso, neste artigo, vamos responder às 9 principais dúvidas que aparecem sobre o tema. Acompanhe!

Como funciona um carro elétrico?

Os carros elétricos funcionam a partir de uma corrente elétrica, que gera energia para alimentar o motor. Essa energia fica armazenada em uma bateria recarregável. Assim, ao contrário dos carros tradicionais, cujo motor funciona por combustão interna, os carros elétricos não dependem da queima de combustíveis.

Basicamente, o mecanismo de funcionamento depende dos seguintes componentes principais:

  • Bateria: armazena a carga de energia que movimenta o carro. Quanto maior a potência elétrica da bateria, maior a distância que o veículo poderá percorrer entre as recargas;
  • Inversor: converte a corrente elétrica contínua em alternada para que possa ser usada para alimentar o motor;
  • Motor de indução: é acionado pela energia elétrica, e permite que o carro se mova;
  • Sistema de recuperação de energia: dispositivos permitem reutilizar a energia cinética gerada pela desaceleração do automóvel;
  • Porta de carregamento: entrada para que a bateria receba energia externa para desempenhar suas funções.

Por que investir em um carro elétrico?

Confira abaixo os principais benefícios de investir em um carro elétrico:

  • Sustentabilidade: os carros elétricos não dependem de combustíveis fósseis e não emitem gases poluentes, contribuindo para a diminuição da poluição atmosférica;
  • Mais silenciosos: o motor não emite ruídos altos;
  • Condução facilitada: o mecanismo do motor dos automóveis eletrificados tem menos atrito, o que torna a condução mais confortável;
  • Manutenção mais barata: os carros elétricos têm menos itens que exigem trocas constantes, como filtros de combustível e óleo do motor. Assim, os custos de manutenção podem ser até 70% mais baixos que os de veículos convencionais;
  • Alto desempenho: O motor elétrico é mais eficiente que os tradicionais;
  • Economia: com a alta do preço dos combustíveis, os veículos elétricos trazem uma grande economia no custo de abastecimento, já que usam a eletricidade para se locomover.

Quais as principais diferenças entre um carro elétrico e um híbrido?

O carro elétrico é um veículo movido somente por eletricidade, sendo recarregado por meio de portas de carregamento de energia. Já o carro híbrido combina um propulsor de combustão a um propulsor elétrico. Assim, ele combina as duas formas de funcionamento em um único veículo.

Os híbridos podem utilizar a energia elétrica de diferentes formas, a depender do modelo e das condições de uso.

Enquanto alguns usam a eletricidade apenas para dar a partida no motor e manter os sistemas elétricos ativos, outros trafegam majoritariamente como carros elétricos, usando o propulsor a combustão somente quando o trajeto exige mais potência e velocidade.

Tipos de carros elétricos

tipos-de-carros-eletricos

A compra de carros elétricos está em alta no Brasil!

Todos os carros dessa categoria funcionam usando a energia elétrica. Porém, existem algumas diferenças entre os modelos. Confira:

Hybrid electric

São carros que funcionam usando combustíveis (gasolina, diesel ou etanol) de forma predominante, mas que utilizam a energia elétrica em algumas situações, como na hora de dar a partida no motor ou de trafegar em velocidade de cruzeiro.

Os hybrid electric não são carregáveis em fontes - a bateria desses veículos utiliza apenas o sistema de recuperação de energia.

Plug-in hybrid

São veículos híbridos, que podem ser movidos com eletricidade ou combustível. Assim, se a energia elétrica acabar, é possível trocar andar à base de gasolina, por exemplo.

Nesse caso, é possível abastecer o carro com gasolina e também carregá-lo diretamente na tomada, assim como os automóveis 100% eletrificados.

Plug-in electric

São os carros 100% elétricos, que não possuem motor movido à combustão de combustível. Dessa forma, eles adquirem energia para rodar somente quando são carregados em fontes de eletricidade.

F.A.Q sobre carro elétrico: 9 principais dúvidas!

Agora que você já sabe como funciona um carro elétrico, quais as diferenças dele e de um híbrido e quais são os tipos de carros elétricos que existem, que tal acompanhar um FAQ que responde as 9 principais dúvidas sobre a temática? Veja a seguir!

1. Como são carregados os carros elétricos?

Os carros elétricos podem ser recarregados de diferentes formas. A primeira é por meio das tomadas residenciais (127V ou 220V). Nesse caso, a carga completa da bateria pode levar 12 horas.

Também é possível adquirir um carregador específico para o veículo, os chamados Wallbox (carregador de parede), que levam cerca de 3h a 4h para completar o carregamento.

Existe ainda a opção de recorrer aos eletropostos, estação de carregamento para carros elétricos aberta ao público, e que funciona como uma espécie de posto de combustível tradicional. Nesse caso, a recarga é mais rápida, levando aproximadamente 30 minutos.

2. Carro elétrico gasta muita energia?

Os veículos eletrificados são planejados para que o gasto de energia seja otimizado. Porém, a quilometragem que o carro pode fazer com uma recarga varia de acordo com o modelo e a capacidade da bateria (kWh).

De modo geral, uma recarga pode fornecer energia suficiente para que o automóvel percorra entre 200 km e 300 km. O custo final do abastecimento depende da tarifa de energia da região.

Um exemplo de gasto: imagine um modelo com bateria de capacidade de 40 kWh, autonomia de 270km e que gasta cerca de 15 kWh para rodar 100 quilômetros. Considerando um valor aproximado de R$ 1,20 por kWh para a tarifa residencial, e que esse veículo gasta 40,5 kWh para “encher o tanque”, ele gera um custo em torno de R$ 48,60.

3. A manutenção de um carro elétrico é mais cara?

Ainda que o custo inicial para adquirir um carro elétrico costume ser mais elevado que o de veículos tradicionais, em geral, os gastos com manutenção costumam ser mais baratos.

Isso porque os eletrificados não precisam de alguns componentes essenciais aos modelos a combustão, a exemplo de velas de ignição, embreagem, óleo lubrificante e fluido de arrefecimento do motor.

Com isso, os reparos e revisões periódicas dos carros elétricos são menos custosos normalmente.

4. Carro elétrico pode dar choque?

Não, pois esses veículos são desenvolvidos especialmente para que não ofereçam nenhum tipo de risco aos passageiros. A estrutura dos carros elétricos é feita para que baterias e componentes elétricos fiquem devidamente isolados, e existe um mecanismo para que a corrente elétrica seja interrompida automaticamente em caso de acidente ou pane.

5. Carro elétrico pode tomar chuva ou ir ao lava-rápido?

Sim! A parte externa desses automóveis pode ter contato com a água normalmente e de forma segura, já que os sistemas elétricos ficam totalmente isolados e protegidos.

6. O que é e como funciona a regeneração de energia?

O sistema de recuperação de energia dos carros elétricos consegue regenerar parte da carga das baterias através de um sistema que aproveita a força da frenagem do veículo.

Assim, o movimento das rodas durante a desaceleração gera energia cinética, que é enviada às baterias.

7. E se acabar a carga da bateria? O que fazer nesse caso?

financiar-carro-eletrico

Entender como funciona um carro elétrico é um dos primeiros passos antes de investir nesse modelo!

Se a carga da bateria acabar completamente, o condutor deve empurrar o veículo para fora da pista e sinalizar o local com o triângulo de segurança, de forma a evitar acidentes. Em seguida, deve acionar o socorro para rebocar o carro.

Para conseguir empurrar, é preciso destravar a transmissão (ponto neutro) para liberar o movimento das rodas. O manual de cada modelo traz as orientações específicas de como realizar esse processo corretamente.

8. Luzes, rádio e ar-condicionado descarregam a bateria?

Esses itens utilizam a carga de uma bateria de 12V que é conectada à bateria principal do carro. Porém, o consumo de luzes, rádio e ar-condicionado é mínimo, não afetando a capacidade de deslocamento do veículo.

9. É possível que a bateria fique viciada?

Não, pois a bateria dos carros elétricos é feita de íons de lítio, material que não causa o “efeito memória” que era conhecido por viciar as baterias.

Além disso, elas são compostas por uma série de módulos capazes de se compensar quando um apresenta defeito ou ineficiência, equilibrando o sistema para que o veículo possa continuar funcionando normalmente.

Afinal, é possível financiar um carro elétrico?

Sim, é muito possível! Já existem no mercado brasileiro opções de financiamento para veículos elétricos e híbridos.

O BV, por exemplo, oferece esse tipo de financiamento para carros elétricos novos ou usados, e tem linhas de crédito especiais para que você possa escolher o modelo ideal.

E aí, gostou de aprender como funciona um carro elétrico? Continue na sua jornada de conhecimento e confira outros conteúdos do blog Meu Carro Novo.

Sua busca pelo veículo perfeito acaba aqui NaPista. Aqui você encontra uma busca personalizada, com apoio de especialistas ao longo de toda a sua experiência – agora você pode contar com quem realmente entende.
© 2023 NaPista • Todos os direitos reservados. •
Termo de uso
Política de privacidade
BVIA Negócios e Participações S.A. - CNPJ: 12.770.190/0001-05
Avenida das Nações Unidas, 14171, Torre A, Andar 18, Vila Gertrudes - CEP 04794-000, São Paulo - SP