heart
Artigos

Como funciona aluguel de carro? Vale a pena?

Por Redação em 22/12/2022 às 00:00
Atualizado em 01/02/2024 às 17:26
Como funciona aluguel de carro? Vale a pena?

Você sabe como funciona aluguel de carro? É um assunto que, geralmente, causa dúvidas no consumidor, já que existem tópicos que são importantes pesquisar e observar na hora da locação.

Porém, antes de você ir direto a uma locadora para fechar o contrato, hoje, vamos mostrar alguns detalhes que é preciso prestar atenção e tomar precaução, a fim de evitar alguns aborrecimentos e cobranças desnecessárias. Por isso, continue a leitura para saber mais sobre como funciona o aluguel de carro!

Afinal, como funciona aluguel de carro?

O primeiro passo para entender a fundo como funciona aluguel de carro é entender se você está apto para isso, já que existem alguns requisitos para que o veículo possa ser alugado.

A seguir, confira esse e outros pontos que precisam ser levados em conta na hora de alugar um carro:

Requisitos para alugar um carro

No Brasil, para alugar um carro é preciso seguir alguns critérios, que também podem variar de acordo com cada empresa. Você precisará:

   - Possuir a Carteira Nacional de Habilitação;
   - Apresentar o CPF;
   - Possuir um cartão de crédito que tenha saldo suficiente para o caução;
   - Ser maior de 21 anos ou possuir, ao menos, 2 anos de habilitação permanente (esse é um requisito que pode variar de acordo com cada locadora).

Além disso, é preciso não ter nenhuma restrição com órgãos de proteção ao crédito. Hoje em dia, as locadoras não estão exigindo mais cartões de crédito exclusivamente, porém, ele ainda é necessário para a cobrança do caução, que é obrigatória na hora da assinatura do contrato de aluguel.

Quais taxas e aspectos que afetam o preço do aluguel?

Se você está precisando alugar um carro, saiba que existem algumas taxas de serviço da locadora, que podem variar de acordo com alguns fatores e que precisam da atenção do consumidor antes da assinatura do contrato, tais como:

Cálculo das diárias

Ao alugar um carro, o usuário precisa pagar as diárias que são equivalentes ao período em que o veículo foi utilizado. Cada diária possui a duração de 24 horas, ou seja, se o carro for retirado às 9h, ele deverá ser devolvido às 9h do dia previsto de entrega.

Por isso, verifique com a locadora que você está em contato se há flexibilidade no horário de entrega, senão você será obrigado a pagar pelas horas extras — que acabam saindo bem caras.

Seguro

Nos contratos de locação, é possível encontrar uma cláusula sobre proteção do veículo, caso seja pago uma taxa extra. 

O intuito é fazer com que o consumidor não seja obrigado a indenizar a locadora em casos de acidentes, danos, roubos ou furtos durante o aluguel. Esse custo extra vai depender de cada locadora e também de cada situação de cobertura que é oferecida. Normalmente, a proteção básica garante abrangência em casos de acidentes, roubos ou furtos.

Porém, você também pode optar pela contratação de proteção pessoal (que serve tanto para o motorista, como para passageiros) e a proteção de objetos que são deixados no carro, acessórios e assistência em caso de acidente.

Optar por essas condições extras irão interferir no valor final da diária, porém, como alugar um carro também envolve riscos, lembre-se que a sua segurança deve vir sempre em primeiro lugar.

Caução

Ao alugar um carro, as corretoras cobram a caução, um valor que é bloqueado temporariamente no cartão de crédito do locatário. Esse valor é estornado, assim que o carro é devolvido e inspecionado — o que varia é o tempo de estorno, já que isso depende da instituição financeira.

Como funciona aluguel de carro? Vale a pena?

A caução é muito importante para entender como funciona o aluguel de carro, pois cobre custos não previstos no contrato.

O valor da caução irá variar de acordo com cada locadora e com o total de diárias, categoria do carro e a localização.

Vale o lembrete: se você alugar um carro pela internet, a caução não será cobrada no ato da reserva, mas, sim, na hora que for retirar o carro. Por isso, é necessário um cartão de crédito com limite para conseguir finalizar a locação de um veículo reservado. Normalmente, as locadoras pedem que o cartão utilizado na reserva seja de um dos motoristas.

Categoria do veículo 

As locadoras costumam oferecer tipos de carros diferentes, desde o mais econômico até o mais luxuoso. Além disso, a quantidade de portas e o tipo de câmbio também influenciam bastante no valor final das diárias.

Opcionais

Você pode escolher os tipos de opcionais que o veículo pode ter como: motorista adicional, ar-condicionado, GPS, rádio, cadeirinha infantil, etc. Esses são alguns dos itens que podem interferir no valor final do aluguel do carro.

Tipos de locação de carro: quilometragem livre ou controlada

Existem duas formas de locação, quando o assunto é quilometragem: a livre ou a controlada. Como os próprios nomes dizem, a quilometragem livre, o usuário pode andar à vontade com o carro alugado, sem se preocupar com a quilometragem percorrida. 

Já a quilometragem controlada, além das diárias, você paga um valor por cada quilômetro rodado — o que, inicialmente, pode fazer com que as diárias sejam mais baixas, porém haverá essa cobrança extra na hora da devolução. 

A quilometragem controlada, geralmente, é para contratos acima de 20 dias de uso do automóvel ou para aluguel de carro mensal. Normalmente, há uma franquia (que é a partir de 1000 km) e, caso ultrapassada, o usuário paga um valor extra por cada km que excedeu (em torno de R$0,30/km).

Como funciona a política de combustível?

Cada locadora apresentará uma política de combustível. No Brasil, é mais comum a locadora entregar o carro abastecido com tanque cheio e você devolvê-lo da mesma forma. Caso tenha uma diferença na hora da entrega, ela será cobrada.

Porém há outras opções disponíveis, como:

   - Tanque pré-pago com reembolso: Nessa opção você paga por um tanque completo. Se na hora da devolução do carro ainda tiver meio tanque cheio, você receberá o reembolso pelo meio tanque. Porém, na locadora, o preço por litro costuma ser mais caro;

   - Tanque pré-pago com reembolso parcial: é cobrado o tanque cheio, assim como as tarifas de abastecimento e de serviço. Na hora da devolução do carro, você recebe de volta um valor sobre o que há no tanque, mas não o valor que foi cobrado anteriormente;

   - Tanque pré-pago sem reembolso: Nessa opção, você paga o tanque cheio, mas não possui a obrigação de devolvê-lo assim. Porém, caso tenha combustível no tanque, você não receberá nada na hora da devolução.

Pré-locação: o que é avaliado na vistoria?

A vistoria é uma das etapas mais importantes na hora de alugar um carro, já que esse passo pode evitar algumas dores de cabeça e até cobranças injustas.

Como funciona aluguel de carro? Vale a pena?


Acompanhar a vistoria do carro alugado pode evitar futuras cobranças desnecessárias.

As locadoras de veículos devem ter um formulário de inspeção, que será assinado antes de sair da loja. Isso limita a possibilidade de que você seja responsabilizado por danos que não causou.

Por isso, antes de pegar o carro acompanhe a vistoria atentamente, pois é nesta hora que as avarias do veículo são verificadas, como riscos, falta de estepe, estado dos estofados, lanternas e faróis, para-brisas, acessórios do carro  até se o tanque está cheio. 

Tire fotos, faça perguntas ao funcionário da locadora e verifique tudo que foi anotado no documento. Lembre-se de pedir uma via do documento após a vistoria.

Esse é um passo importante, pois caso constatem uma nova avaria, isso também influencia no valor final, já que ela será cobrada.

F.A.Q sobre como funciona aluguel de carro

Ainda está com algumas dúvidas sobre como funciona aluguel de um carro? Confira as mais frequentes e fique tranquilo:

Qualquer pessoa pode dirigir o carro alugado?

Não, somente o usuário titular da locação e pessoas indicadas por ele como motoristas adicionais na hora da contratação do serviço. Essas informações ficam registradas em contrato e os documentos necessários para os demais motoristas são os mesmos para o principal: a CNH e cartão de crédito. Além disso, há a cobrança de uma taxa adicional por cada motorista extra. 

Posso devolver o carro em outra unidade?

Geralmente, é permitido, desde que esteja no contrato da locadora. Observe se há cobrança extra ou devolução antecipada. Normalmente, as locadoras costumam cobrar uma taxa extra se o carro for devolvido em outra cidade ou estado.

O que fazer em casos de multa?

Caso você seja multado enquanto dirigia um carro alugado, a locadora é notificada e irá repassar a multa e o pagamento será descontado diretamente do seu cartão de crédito. Além disso, os pontos serão registrados na habilitação do condutor e uma taxa de serviço pode ser cobrada pela locadora. Por isso, fique atento à essa cláusula no contrato.

O que fazer em casos de imprevisto?

Em casos de acidentes, acione imediatamente a assistência 24h da locadora — é muito importante salvar o número em seu celular. O segundo passo é registrar um Boletim de Ocorrência e entregar uma cópia à locadora. Algumas empresas podem cobrar o preço das franquias do seguro, por isso, fique atento ao contrato, pois as condições variam bastante.

Em caso de roubo, as medidas podem variar um pouco, dependendo do seguro que foi contratado. Porém, todas seguem a mesma lógica: entre em contato com a locadora e informe o sinistro. Em seguida, registre um boletim de ocorrência. 

Após isso, é determinado um prazo de 48h para comparecer à locadora e preencher o aviso de sinistro. Por lá, eles irão informar cada especificidade de acordo com a empresa.

Como funciona aluguel de carro? Vale a pena?

No aluguel de carros, o cliente escolhe o veículo de acordo suas necessidades para o momento.

Se o carro alugado começar a apresentar algum defeito, mesmo após a vistoria, entre em contato com a locadora para solicitar a assistência 24h para a resolução do problema.

Ao longo deste conteúdo, mostramos como funciona o aluguel de carro para tirar todas as suas dúvidas a respeito do assunto e não tenha dor de cabeça na hora da contratação.

Se você quer saber mais informações sobre veículos, acesse agora nosso blog e fique por dentro!

Sua busca pelo veículo perfeito acaba aqui NaPista. Aqui você encontra uma busca personalizada, com apoio de especialistas ao longo de toda a sua experiência – agora você pode contar com quem realmente entende.
© 2023 NaPista • Todos os direitos reservados. •
Termo de uso
Política de privacidade
BVIA Negócios e Participações S.A. - CNPJ: 12.770.190/0001-05
Avenida das Nações Unidas, 14171, Torre A, Andar 18, Vila Gertrudes - CEP 04794-000, São Paulo - SP